Júri condena mulher por assassinato de pecuarista em suposto triângulo amoroso

O Tribunal do Júri realizado na sexta-feira (5) em Nioaque resultou na condenação de Marielli Simões Burgo pelo homicídio do pecuarista Reinaldo Martins de Souza, conhecido como Kaburé. Ele foi morto a tiros na madrugada de 10 de julho de 2017, em uma fazenda de sua propriedade.


A denúncia indica que o crime foi tramado em um triângulo amoroso envolvendo interesses da viúva e sua suposta amante pelo patrimônio da vítima.


A sentença assinada pela juíza Larissa Luiz Ribeiro fixou a pena definitiva em 14 anos de reclusão, em regime inicial fechado. Ela também fixou valor mínimo para reparação de danos morais sofridos pela filha da vítima em R$ 3.000,00 corrigidos monetariamente pelo IGPM/FGV, a partir da data do arbitramento, com juros de mora de 1% ao mês, a partir da data dos fatos, ficando a critério da vítima a execução no juízo cível competente.


A magistrada também determinou que a arma utilizada no crime, uma pistola Glock calibre 9 milímetros de propriedade do pecuarista e as munições, sejam encaminhadas para o Comando do Exército, “tendo em vista a realização de laudo pericial e por não mais interessarem à persecução penal”. 


Durante o júri popular, o MPE-MS (Ministério Público Estadual) apontou a existência suficiente de provas para condenação da ré pela prática do delito de homicídio qualificado pelo motivo torpe.


Já os advogados da ré pleitearam o afastamento da qualificadora de motivo e o reconhecimento da legítima defesa, primeira versão do crime. Essa narrativa indicava que a vítima brigou com a esposa no quarto do casal após uma festa na fazenda e estava armada. Depois que amigos conseguiram desarma-lo, teria corrido com um facão atrás da autora, que pegou a pistola e efetuou os disparos fatais.


No entanto, os cinco jurados foram unânimes ao considerarem que a ré Marielli Simões Burgo “agiu, mediante motivo torpe, consistente tanto no fato da denunciada juntamente com a outra corré [viúva] desejarem eliminar a pessoa que obstava o relacionamento amoroso das mesmas, quanto pelo fato” da viúva “possuir nítido interesse patrimonial na morte de seu companheiro, por cobiçar vultosa meação e herança (milionária) que ele deixaria e, ainda, o recebimento de um seguro de vida contratado meses antes de seu assassinato, cuja única beneficiária era ela mesma [esposa da vítima], a qual controlava toda a vida financeira do companheiro que estava traindo”. 


A viúva da vítima foi acusada de ajudar na fuga da autora, sua suposta amante, mas o processo movido contra ela foi desmembrado e está em fase de recursos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO

Após marido ingerir bebida alcoólica, esposa é ameaçada de agressão com foice

Água Negra perde para o Vitória e está eliminado da Copa do Brasil

FUTEBOL

Água Negra perde para o Vitória e está eliminado da Copa do Brasil

Três são presos em acampamento narco com 2,3 toneladas de maconha

Três são presos em acampamento narco com 2,3 toneladas de maconha

PROCESSOS DE LULA

Decisão do STF sobre Moro é adiada com placar empatado em 2 a 2

ESTUPRO

Corte de Milão confirma sentença de nove anos de prisão para Robinho

TRAGÉDIA DA COVID

Brasil tem novo recorde de mortes na pandemia: 1.954 em 24 horas

Tenente e 5 policiais são denunciados à Justiça Militar por espancar mulher

ECONOMIA

Nota Fiscal Fácil simplifica vida de caminhoneiros de Mato Grosso do Sul

AMAMBAI

Caminhonetes batem de frente e seis pessoas ficam feridas na MS-485

SAÚDE

Curso de Psicologia da UFGD oferece acompanhamento psicológico gratuito

Mais Lidas

CENTRO

Douradense é assaltado ao sair de casa para pedalar na madrugada

BR-163

Carreta pega fogo após colisão, interdita pistas e deixa rodovia congestionada

POLÍCIA

Homem tem residência alvejada por disparos de arma de fogo em Dourados

DOURADOS

Secretário descarta lockdown, mas alerta para possíveis restrições após lotação de UTI’s/SUS



Arma de Fogo é na Pantanal Armas de Fogo



Suporte via whatsapp!





Lanterna Tática SFX

A Lanterna Tática SFX foi construída por especialistas em artefatos militares. Você só encontrará estas tecnologias na SFX e em nenhuma outra lanterna. As maiores autoridades em segurança utilizam a nossa tecnologia por ser Única, Incrível e Poderosa.

Lanterna Tatica

-
× Como posso te ajudar?