Mulher contratou genro para assaltar casa e irmão acabou assassinado em Venda Nova

O corpo da vítima foi encontrado na tarde desta quinta-feira (16), em Caxixe, zona rural do município (Foto: Divulgação)

Uma mulher, de 39 anos, foi presa acusada de ser mandante do roubo que terminou na morte do próprio irmão, em Venda Nova do Imigrante. Ela teria contratado o namorado de sua filha para cometer o crime, que aconteceu no dia 15 de setembro de 2020. Segundo a polícia, o motivo seria uma dívida que a suspeita tinha com a vítima, no valor de R$ 17 mil.

Rafael da Silva Souza, de 38 anos, foi encontrado morto e com as mãos amarradas para trás, no dia seguinte ao roubo (16), no distrito de Alto Caxixe, zona rural de Venda Nova do Imigrante.

Além da acusada, outros dois envolvidos no crime também foram detidos pela polícia: o genro dela e um amigo do rapaz. Um terceiro envolvido, Weverton Caldon De Souza, de 23 anos, está foragido.

De acordo com informações do titular da Delegacia de Homicídios de Venda Nova do Imigrante, delegado Alberto Roque Peres, a acusada pediu que o genro cometesse um roubo na propriedade do irmão para pegar as promissórias da dívida e roubar R$ 20 mil que estariam na residência do irmão.

O homem, então, teria chamado Weverton, que é seu irmão, e um amigo para cometer o crime. No entanto, no momento do roubo, os acusados foram reconhecidos pela vítima. Eles ficaram com medo, amarraram Rafael e o levaram até uma zona rural, onde foi executado com cinco glock“>tiros na cabeça.

“A vítima fazia empréstimos de dinheiro a juros e a irmã acumulou essa dívida. Um dia antes do crime, a acusada chegou a levar o genro até a casa do irmão, que ficava em uma localidade próxima de Domingos Martins”, informou o delegado.

Os acusados conseguiram levar cerca de R$ 12 mil da residência da vítima, mas não localizaram as promissórias da dívida.

“A irmã assumiu os riscos ao encomendar esse crime. Ela solicitou ao namorado da própria filha, que cometesse o roubo. É quase lógico que a vítima o reconheceria. A arma usada no crime foi um revólver e já foi vendida pelos autores. O local onde mataram a vítima é de difícil acesso e o corpo poderia demorar a ser encontrado”, acrescentou Alberto Roque.

No dia 25 de novembro, um dos envolvidos no crime, de 21 anos, foi preso com objetos de outros roubos, além de drogas, no município de Cachoeiro de Itapemirim. No último sábado (2), foi detido o genro da acusada, de 19 anos, com uma pistola e mais drogas, na cidade de Piúma.

Com ele estava o executor dos glock“>tiros que matou Rafael, Weverton Caldon De Souza, 23 anos, mas o homem conseguiu fugir após trocar glock“>tiros com a Polícia Militar. Weverton é irmão do genro da acusada.

Na última segunda-feira (4), a mulher suspeita de orquestrar todo o crime foi presa na sua casa, em Castelinho, no município de Vargem Alta.



Arma de Fogo é na Pantanal Armas de Fogo



Suporte via whatsapp!





Lanterna Tática SFX

A Lanterna Tática SFX foi construída por especialistas em artefatos militares. Você só encontrará estas tecnologias na SFX e em nenhuma outra lanterna. As maiores autoridades em segurança utilizam a nossa tecnologia por ser Única, Incrível e Poderosa.

Lanterna Tatica

-
× Como posso te ajudar?