Mundo – NOTÍCIAS – Assad promete eleições para 2012 e diz que não está preocupado com protestos



Arma de Fogo é na Pantanal Armas de Fogo



Suporte via whatsapp!


Ditador da Síria falou à agência estatal de televisão que está confiante de que seu país não será alvo de um ataque estrangeiro. Segundo organizações de direitos humanos, repressão já matou 2 mil pessoas

reprodução de TV

SÍRIA
Bashar Al-Assad diz à TV estatal que não corre risco de enfrentar uma intervenção estrangeira. A família de Assad está no poder há 40 anos

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, disse neste domingo que “não sente nenhuma inquietação” perante os protestos na Síria, e se mostrou convencido de que seu país não será alvo de ataque estrangeiro por suas possíveis repercussões regionais. Em uma entrevista à televisão pública de seu país, Assad anunciou que, em função dos prazos para realizar as reformas jurídicas anunciadas por ele, as eleições legislativas serão organizadas na Síria em fevereiro de 2012.

O ditador sírio disse que a partir da semana que vem será aberta a possibilidade de fundar partidos políticos, depois da nomeação do comitê que receberá as solicitações para a criação das formações políticas. Além disso, anunciou que a nova lei de administração local estará pronta dentro de poucos dias, e depois do Ramadã se formará a comissão encarregada pela revisão constitucional, que segundo sua opinião vai precisar de três a seis meses para terminar o trabalho.

O líder sírio advertiu também que o peso regional da Síria faz com que qualquer ataque estrangeiro contra seu país possa ter repercussões regionais que “ninguém pode esperar”. “Sempre houve ameaças contra a Síria e nós acreditamos que a soberania e a decisão nacional são muito mais importantes que qualquer decisão internacional”, apontou, em referência aos pedidos de sua renúncia de vários países ocidentais.

Com relação aos protestos, o governante disse que o importante não é como anda a segurança em seu país, mas sim “descobrir a raiz do problema e de que maneira pode resolver a situação”.

A Síria é acusada de promover um massacre contra a população do país. Em março deste ano, protestos e manifestações populares eclodiram em várias cidades sírias, e foram duramente reprimidas por forças leais a Assad. Em agosto, o exécito iniciou uma ofensiva contra rebeldes em várias regiões do país, utilizando armamentos pesados e tanques de guerra. Segundo organizações opositoras ao regime, mais de 2 mil pessoas teriam sido mortas.

Após o ataque, os países ocidentais aumentaram a pressão contra o governo de Assad. Líderes da União Europeia e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediram a saída de Assad, e a Organização das Nações Unidas aprovou uma condenação contra o regime sírio. O Conselho de Segurança da ONU se reúne novamente nesta segunda-feira para discutir a questão.

BC

 




Lanterna Tática SFX

A Lanterna Tática SFX foi construída por especialistas em artefatos militares. Você só encontrará estas tecnologias na SFX e em nenhuma outra lanterna. As maiores autoridades em segurança utilizam a nossa tecnologia por ser Única, Incrível e Poderosa.

Lanterna Tatica

-
× Como posso te ajudar?