Mundo – NOTÍCIAS – ONU vê crime contra humanidade na Síria, mas Brasil vai se opor a sanções



Arma de Fogo é na Pantanal Armas de Fogo



Suporte via whatsapp!


Conselho de Segurança se reúne nesta quinta-feira para debater sanções contra o regime de Assad, acusado de promover um massacre contra a população síria. ONU vê indícios de crime contra humanidade

   Reprodução

PRÓ-DEMOCRACIA
Reprodução de um vídeo amador da rede Ugarit New mostra milhares de pessoas protestando contra o regime de Assad, nesta quinta-feira (18). O ditador sírio anunciou que interrompeu as operações militares no país

A ONU afirmou nesta quinta-feira que existem indícios de crimes contra a humanidade na repressão por parte do governo da Síria dos protestos e manifestações pró-democracia. O alto comissariado da ONU para os Direitos Humanos divulgou um relatório que revela inúmeros casos de assassinatos, desaparecimentos, tortura e detenções ilegais no país. “Foram evidenciados casos de violação de Direitos Humanos, com ataques generalizados e sistemáticos contra a população civil, que podem representar crimes contra a humanidade, como estabelece o artigo 7 do Estatuto de Roma”, afirma o relatório.

Apesar desta constatação, o Brasil deve continuar se opondo a sanções contra a Síria no Conselho de Segurança da ONU. Para a diplomacia brasileira, as sanções individuais causam mais divisão. O Conselho se reúne nesta quinta-feira (18) para definir a adoção de novas sanções ao governo da Síria, comandado pelo ditador Bashar Al-Assad.

Na reunião do conselho, serão discutidos os próximos passos do órgão devido à violência na Síria, deixando milhares de mortos e detidos desde o início dos protestos contra o governo, em março. A família Assad está no poder há 41 anos.

O Itamaraty defenderá medidas de pressão sobre Damasco para que interrompa a violência e implemente as promessas de transição à democracia. Para o Brasil, é necessário dar tempo para que Assad organize um processo eleitoral que permita ao país deixar o modelo unipartidário.

Na semana passada, a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, exortou todos os países a cortar laços políticos e econômicos com Damasco. Segundo Hillary, ao comprar petróleo e gás natural da Síria e lhe vender armas, os países dão a Assad fôlego para manter a repressão. Líderes europeus também adotaram sanções e alguns do Oriente Médio têm se posicionado contra Assad.

Na reunião desta quinta-feira, também deve ser anunciado o envio de uma missão humanitária do Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (Ocha, sigla em inglês) à Síria, com o qual o governo sírio teria concordado.

Repressão na Síria

Nesta quinta-feira, Assad disse ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que as operações policiais e militares no país foram suspensas. Manifestantes pró-democracia negam.

No começo de agosto, o mês do Ramadã para os muçulmanos, o Exército sírio iniciou um ataque a cidades contrárias ao regime, principalmente Hama, no centro do país. Na ofensiva, foram utilizados armamentos pesados, como tanques e artilharia de guerra. No começo desta semana, as forças armadas intensificaram as ações no noroeste do país e evacuaram o bairro de Al Raml, na cidade de Latakia, em uma campanha de prisões e demolição de casas para a caputara de rebeldes. Também há relatos de um ataque a um campo de refugiados palestino na região neste domingo, e tropas teriam usado moradores como escudo humano para disparar contra outros civis.

A série de massacres fez com que a ONU aprovasse uma condenação do regime sírio, mas as objeções de Rússia e China no Conselho de Segurança impediram que fossem aprovadas sanções contra o país. Segundo organizações de direitos humanos e de oposição a Assad, mais de 2.400 pessoas foram mortas desde o início da repressão.

BC




Lanterna Tática SFX

A Lanterna Tática SFX foi construída por especialistas em artefatos militares. Você só encontrará estas tecnologias na SFX e em nenhuma outra lanterna. As maiores autoridades em segurança utilizam a nossa tecnologia por ser Única, Incrível e Poderosa.

Lanterna Tatica

-
× Como posso te ajudar?