Operação investiga suspeitos de tentar matar Shanna Garcia

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), em ação conjunta com o Ministério Público Estadual (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), realizou, nesta terça feira (16), a operação “Sucessão” para investigar a tentativa de assassinato contra Shanna Garcia, além de apurarem as mortes de parentes dela.

Shanna Garcia, filha do bicheiro Maninho, foi baleada em frente a um shopping na zona oeste do Rio em outubro do ano passado.

Um dos alvos da investigação é o empresário Bernardo Bello, ex-cunhado de Shanna. Os agentes apreenderam na casa dele, dinheiro, celulares e HD´s.

Os mandados de busca foram cumpridos em endereços ligados aos investigados. As decisões judiciais foram expedidas pela 1° Vara Criminal da Comarca da Capital.

De acordo com delegado Daniel Rosa, a ação prendeu um ex-policial militar e um ex-policial civil por porte ilegal de arma. Além disso, outro agente que fez parte da Polícia Civil também foi levado para depor, mas conseguiu comprovar a origem das armas dele.

Os agentes ainda recolheram na casa de Tamara Harouche Garcia Lopes, irmã gêmea de Shanna, “um material relevante encaminhado para perícia”, segundo Daniel Rosa.

Os agentes apreenderam ainda dois revólver calibre 38, uma pistola glock calibre 45, uma pistola 9mm, dois revólveres 380, uma espingarda calibre 12, munições, carregadores, uma faca, jóias, computadores, celulares, HDs, uma máquina de contar cédulas, documentos, além de 4 mil dólares, 38 mil reais e 15 libras.



Arma de Fogo é na Pantanal Armas de Fogo



Suporte via whatsapp!





Lanterna Tática SFX

A Lanterna Tática SFX foi construída por especialistas em artefatos militares. Você só encontrará estas tecnologias na SFX e em nenhuma outra lanterna. As maiores autoridades em segurança utilizam a nossa tecnologia por ser Única, Incrível e Poderosa.

Lanterna Tatica

-
× Como posso te ajudar?