Populao est mais armada, o que gera preocupao a especialistas

Capito Augusto festeja o aumento: ”Estamos falando de armas para o cidado de bem, no para marginais” (foto: AFP / Sergio LIMA)

Os nmeros de portes de armas de fogo e de novas armas cresceram nos primeiros cinco meses de 2020, em relao ao mesmo perodo do ano passado. Os dados so da Polcia Federal (PF). A bancada da bala no Congresso comemora os resultados, mas especialistas alertam que, a mdio prazo, esse crescimento trar mais violncia. A segurana pblica dever do Estado, conforme consta na Constituio de 1988. Mais importante do que facilitar o acesso a esses instrumentos, segundo os especialistas consultados, dar melhores condies de trabalho e infraestrutura s polcias.

 Para os entrevistados, o fato de o presidente Jair Bolsonaro defender maior acesso a armamentos refletiu, principalmente, no aumento do nmero de armas novas em circulao, que caiu de 242.774 para 194.870, entre 2018 e 2019, mas voltou a subir de janeiro a maio de 2020. Para se ter uma ideia, enquanto, nos primeiros cinco meses do ano passado, foram 72.044 registros, no mesmo perodo deste ano, a quantia subiu para 81.074, um acrscimo de 12,5%. J o nmero de porte de armas apresentou um crescimento mais constante. De 2018 a 2019, foi de 8.680 para 9.268. E, comparando os cinco primeiros meses de 2019 com o mesmo perodo de 2020, passou de 3.250 para 3580, o equivalente a 10,1%.

 Consultora da Comisso Nacional de Direitos Humanos do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Soraia Mendes alerta que os nmeros promovem uma cultura de guerra e violncia no pas. “O aumento brutal. O mais significativo est na virada de 2019 para 2020, que uma poltica que se estabelece a partir do decreto do presidente para flexibilizao. A lgica do discurso oficial de proteo. Mas, para quem est na academia, um discurso da lgica de guerra e de uma cultura de violncia”, explicou.

“O Estado constitui-se, historicamente, a partir de um contrato que diz que ns, indivduos, entregamos a ele o monoplio da fora para que ele provenha a proteo e no precisemos de armas”, disse. “Quando falamos de restringir armas, estamos firmando um pacto social, que a regulao da violncia no pode estar no campo privado. A base fundamental para quem cr nisso que o estado prov a proteo.” 
 
Elemento surpresa
Diretora executiva do Instituto Sou da Paz, a advogada e sociloga Carolina Ricardo frisou que o lobby pelo armamento da populao antigo. “No existe uma arma do cidado de bem. Primeiro, que o cidado de bem de bem at deixar de s-lo. Muitos casos aparecem na imprensa de mortes banais, de gente armada em bloco de carnaval, gente dando glock“>tiro em meio de panelao, ou que perde a cabea e atira no vizinho. Ou, ainda, os casos que ocorrem dentro de casa”, afirmou. “E outro ponto: as armas que abastecem o crime no Brasil so as pequenas, curtas, calibre 38, pistola .40, vendidas legalmente para um cidado de bem, um colecionador, que acabam abastecendo um mercado ilegal. Voc combate a violncia com inteligncia, responsabilizao, com polcia preparada. Vamos tratar da segurana pblica, em vez de armar todo mundo. Vamos melhorar a estrutura das polcias trabalharem.”.

Educao
No Congresso, o presidente da Comisso de Direitos Humanos e Minorias, Helder Salomo (PT-ES), pensa o mesmo. “Os aumentos so preocupantes. O governo j editou vrios decretos para flexibilizar posse e porte de armas. preocupante, porque a ideia de armar a populao uma estratgia que levar ao aumento da violncia”, disse. “ ingenuidade das pessoas acharem que portar uma arma significar mais segurana. A violncia um fenmeno social, um problema no Brasil e no mundo, e as experincias mais bem sucedidas combinam duas coisas importantes: represso e controle do Estado, com aes de preveno e educao, de buscar uma cultura de paz. Nem todo mundo est preparado para ter uma arma em casa.”

J o presidente da Comisso de Segurana Pblica e Combate ao Crime Organizado, Capito Augusto (PL-SP), festejou o aumento no nmero de armas. “Eu vejo com bons olhos. J mostra que revertemos a tendncia dos governos petistas. motivo para comemorar. Estamos falando de armas para o cidado de bem, e no para marginais”, argumentou. “O desarmamento acarretou no aumento de homicdios. O importante deixarmos a populao mais segura. O cidado de bem vai estar mais seguro. Antes, o marginal tinha certeza de que poderia entrar em uma residncia ou roubar um carro. Hoje, existe a dvida se o cidado est armado ou no. Ento, uma ao intimidatria”, opina.

Elevao

Confira o comparativo no aumento do nmero de porte de armas e de armas novas no pas de 2018 a 2019
 
Armas Novas
 
2018

Total em 12 meses     242.774
Total at maio      94.611

2019
Total em 12 meses     194.870
Total at maio     72.044
Variao em 5 meses, 
comparado com o mesmo 
perodo do ano anterior     23%
 
2020
Total at maio     81.074
Variao em 5 meses, 
comparado com o mesmo 
perodo do ano anterior      12,5%

Porte de armas
 
2018
Total em 12 meses     8.680
Total at maio     2.855
 
2019
Total em 12 meses     9.268
Total at maio    3.250
Variao em 5 meses, 
comparado com o mesmo 
perodo do ano anterior      13%
 
2020

Total at maio     3.580
Variao em 5 meses, 
comparado com o mesmo 
perodo do ano anterior     10,1%
 
Fonte: Polcia Federal



Arma de Fogo é na Pantanal Armas de Fogo



Suporte via whatsapp!





Lanterna Tática SFX

A Lanterna Tática SFX foi construída por especialistas em artefatos militares. Você só encontrará estas tecnologias na SFX e em nenhuma outra lanterna. As maiores autoridades em segurança utilizam a nossa tecnologia por ser Única, Incrível e Poderosa.

Lanterna Tatica

-
× Como posso te ajudar?